• Como prevenir e tratar as olheiras – dicas ótimas by MUNDO VERDE

    17 fev 2016 | Postado em: Beleza, Dicas, Posts | Por: Paula Lorentz

    COMO PREVENIR E TRATAR AS OLHEIRAS

     

    Artigo01852Imagem01

     

    A ansiedade e o estresse causam noites mal dormidas e com elas surgem as olheiras e manchas escuras ao redor dos olhos. Quem aí nunca teve olheiras?

    O estresse, a ansiedade e a falta de sono aumentam a produção de um hormônio chamado cortisol que pode causar inflamação ao redor dos olhos piorando a aparência das olheiras.

    Dormir bem, por pelo menos 6 horas por noite, em ambiente escuro e em temperatura agradável ajuda a diminuir os níveis de cortisol. Inclua no cardápio o abacate, fonte de beta-sitosterol que tem papel auxiliar na redução do cortisol e conseqüentemente das olheiras.

    DICA! Para uma boa noite de sono pingue algumas gotinhas de óleo essencial de lavanda em uma bola de algodão e coloque dentro da fronha do travesseiro.

    Mas nem sempre as olheiras são causadas por noites mal dormidas, outros fatores podem estar relacionados ao mal como: hipersensibilidades alimentares e dificuldade no processo de detox.

    Alergias alimentares podem prejudicar a circulação causando inchaço e o escurecimento ao redor da área dos olhos. 

    Uma dica importante para evitar as olheiras é variar ao máximo o cardápio. Alterne os alimentos, não coma todos os dias as mesmas coisas porque assim você diminui sua exposição ao alimento alergeno, diminuindo a chance de desenvolver a hipersensibilidade. 

    De acordo com a medicina chinesa as olheiras são sinais de deficiência de detox, assim inclua no cardápio suco de fruta orgânico com clorofila, alho, brócolis, couve flor, própolis e os chás verde, de boldo e de camomila que auxiliam no processo de eliminação de toxinas pelo fígado. Evite os alimentos industrializados, cheios de açúcar, gordura e refinados preferindo os cereais integrais e inclua no cardápio uma variedade de frutas e verduras, de preferência orgânicas. 

    DICA!Um pouco de água morna com umas gotinhas de limão ajuda a melhorar a digestão e a eliminação de toxinas pelo organismo.

    As toxinas são eliminadas do nosso organismo pelas fezes e também pela urina, portanto fortaleça os rins usando suco de cranberry, quinua, feijão azuki e clorela.

    Compressas frias com infusão de camomila além de acalmar diminuem a aparência escura das olheiras. Cremes com princípios antiinflamatórios como romã, algas e aloe vera também são bons aliados conta as olheiras.

    DICAS ÓTIMAS PARA VOCÊ SEGUIR NO SEU DIA-A-DIA!


    Fonte: Flávia Morais Nutricionista da Rede Mundo Verde

    MUNDO VERDE SETE LAGOAS – SHOPPING SETE LAGOAS  FONE (31) 3026 4588

    Tags:, , , , ,


  • Corpo e pele preparados para o Verão

    7 jan 2016 | Postado em: Dicas, Posts, Saúde | Por: Paula Lorentz

    O que incluir no cardápio para ficar com o corpo e a pele preparados para o verão? Confiram as dicas simples e excelentes da MUNDO VERDE para vocês…

    Com a chegada do verão vem também a preocupação com a forma física e com os cuidados para manter a pele saudável. A boa notícia é que dá para obter esses resultados com algumas mudanças no cardápio:

    * Inclua sempre alimentos de cor laranja, pois são ricos em betacaroteno, antioxidante capaz de auxiliar no processo de bronzeamento. Abóbora, cenoura, laranja e manga são ótimas opções.

    foto2

    * Deseja perder peso para aproveitar o calor? Invista no chá verde e no óleo de côco. Ambos possuem ação termogênica que acelera o metabolismo com consequente aumento no gasto de calorias e de gorduras.

    foto3

    foto4

    * O abacaxi é outro alimento que deve fazer parte das refeições durante o verão. Rico em potássio e em vitamina C, tem grande quantidade de bromelina – enzima que estimula a circulação sanguínea e, assim, diminui a celulite.

    foto5

    * Beba bastante água para manter o corpo hidratado. A Água de coco é uma ótima dica, assim como o rabanete, melancia e melão, ricos em água e pouco calóricos.

    coco

    f

    Fonte: Coluna Alô Nutricionista da revista MUNDO VERDE por Carolina Berger

    FICA A DICA !!!

    Tudo para manter o corpo e a pele saudáveis você pode encontrar na MUNDO VERDE SETE LAGOAS – Shopping Sete Lagoas – fone (31) 3026 4588

     

    Beijos,

    Tags:, , , , , , , , , , , ,


  • Alimentos que garantem energia durante todo o dia – DICA MUNDO VERDE

    25 nov 2015 | Postado em: Dicas, Posts, Saúde | Por: Paula Lorentz

    ALIMENTOS QUE GARANTEM ENERGIA DURANTE TODO O DIA
    Ultimamente, você tem andado cansado, indisposto, desanimado para realizar as suas tarefas do dia a dia? Você sabia que isso pode estar relacionado à sua alimentação e ao seu intestino?

    Isso mesmo. Nos últimos anos, vários estudos vêm demonstrando a importância da microbiota (comunidade de bactérias que vivem no nosso intestino e que possuem diversos efeitos sobre o nosso organismo). Um bom equilíbrio dessas bactérias no nosso corpo está diretamente envolvido com um sistema imunológico fortalecido, com a regulação do intestino, com a melhor absorção de nutrientes, aproveitando melhor a energia proveniente dos alimentos. Além disso, uma boa saúde intestinal garante uma melhor produção de serotonina, hormônio fundamental em várias funções, entre elas a de impulsionar o consumo de energia.

    Uma alimentação rica em carboidratos refinados, açúcares, frituras, gorduras saturadas e trans, além dos produtos industrializados contribui para uma menor disposição, já que o corpo precisa de mais energia para a digestão desses alimentos.

    Quer saber quais alimentos podem garantir maior disposição ao longo do dia? Aqui vão algumas dicas:

    Iogurtes enriquecidos com probióticos: para a recomposição da microbiota, estão disponíveis no mercado produtos específicos compostos por bactérias benéficas (probióticos). Outra boa forma é a inclusão de iogurtes naturais, de preferência desnatados, que sejam enriquecidos com essas bactérias, ajudando a manter um bom funcionamento do organismo e dando mais disposição.

    Grãos integrais: arroz, trigo, macarrão, nas suas formas integrais, quinoa, amaranto e freekeh (grão de trigo verde) são exemplos de alimentos ricos em fibras que devem estar inclusos na alimentação. As fibras funcionam como prebióticos naturais, ou seja, elas alimentam as bactérias benéficas do nosso intestino, mantendo-as viáveis. Além disso, os grãos são ricos em carboidratos, que são a principal fonte de energia para o organismo. 

    Maca peruana: a maca é um alimento de alto valor nutricional. Por ser fonte de carboidratos, é tida como um tônico que combate o cansaço e a fadiga. Também é rica em vitaminas do complexo B, que possuem participação nas atividades relacionadas à produção de energia no nosso organismo.

    Frutas, legumes e verduras: são alimentos ricos em vitaminas, minerais e fibras, que garantem um melhor funcionamento do organismo. A banana é uma boa opção de alimento para garantir energia, pois também é rica em carboidratos. A farinha de banana-verde, por exemplo, é rica em amido resistente, que funciona como fibra prebiótica.

    Nozes, castanhas e amêndoas: são fontes de gorduras boas, proteínas, antioxidantes e fibras, fornecendo energia ao organismo.

    Óleo de coco: é fonte de Triglicerídeos de Cadeia Média (TCM), um tipo de gordura que é utilizada pelo organismo como fonte rápida de energia. Além disso, tem ação antioxidante e ajuda a reduzir o número de bactérias ruins do intestino devido ao seu efeito antibacteriano. É recomendado o consumo de 1 a 3 colheres de sopa ao dia dependendo das necessidades individuais.

    Mel: substância rica em carboidratos, produzida pelas abelhas, que também tem ação prebiótica. Possui ainda vitaminas do complexo B e vitamina C, que possuem ação antioxidante. 1 colher de sopa de mel pode ser adicionada a iogurtes, frutas e torradas integrais, por exemplo, potencializando assim o efeito energético da refeição. 

    Fonte : www.mundoverde.com.br

    E então, gostaram? Dicas ótimas para você ter uma vida mais saudável! A MUNDO VERDE sempre saindo na frente com todos os produtos de primeira linha para melhorar a sua saúde!!!

    Os alimentos para garantir energia durante todo o dia você encontra da MUNDO VERDE SETE LAGOAS – Shopping Sete Lagoas – fone (31) 3026 4588

     

    Beijos,

    Dicas ótimas para

    Tags:, , , , , ,


  • Alimentos que podem diminuir o nível de açúcar no sangue

    13 nov 2015 | Postado em: Dicas, Posts, Saúde | Por: Paula Lorentz

    1

    Hoje em dia, todo mundo sabe que a má alimentação pode ser um fator de risco para uma série de doenças, como as ligadas à saúde do coração, a obesidade, o diabetes, entre outras.

                O diabetes é caracterizado pelos altos níveis de glicose (açúcar) no sangue. Tanto a prevenção quanto o controle dessas doenças podem ser feitas com o auxílio de fontes naturais por meio da ingestão regular de alguns alimentos que ajudem a controlar esses níveis de açúcar no sangue. Você sabe quais são eles? Listamos aqui 10 alimentos que podem ajudar:

    1 – Chia: a semente de chia é rica em fibras que ajudam a regular os níveis de açúcar no sangue. Além disso, ela também pode auxiliar no controle do colesterol sanguíneo e da pressão arterial. Essa semente também é fonte de ômega-3, que é anti-inflamatório, magnésio, potássio, ácido fólico, ferro e cálcio.

    2 – Canela: a canela é uma especiaria apontada como melhoradora da resposta à insulina – hormônio responsável por levar o açúcar que está na corrente sanguínea para dentro das células. Essa melhora na resposta à insulina significa melhora no controle da glicemia. A canela também pode ajudar a prevenir doenças cardíacas e a controlar os níveis de colesterol no sangue. Isso sem contar o poder termogênico, que pode auxiliar na perda de peso. Meia colher de chá por dia, durante 20 dias, já ajuda, em torno de 20%, na melhora da resposta à insulina.

    3 – Blueberry (Mirtilo): o consumo de uma pequena dose diária de mirtilos favorece a melhora da resposta à insulina por causa da presença de compostos bioativos. Isso beneficia mesmo indivíduos com alto risco de desenvolvimento do diabetes.

    4 – Azeite de oliva: o azeite de oliva é rico em ácidos graxos ômega-9, que auxiliam no controle do colesterol e previnem doenças cardiovasculares. Além disso, essas gorduras boas auxiliam no controle do acúmulo de gordura da região abdominal e melhoram a resistência à insulina.

    5 – Especiarias: uma mistura com várias especiarias (utilizadas como temperos naturais) mostrou em um estudo melhorar o metabolismo da glicose e do colesterol. Algumas especiarias, como o feno grego e a cúrcuma (açafrão), já são apontadas por vários estudos como antidiabéticas, e outras especiarias, como o coentro, o cominho, o gengibre, a mostarda e o curry, também mostram benefícios para a redução da glicose sanguínea.

    6 – Manga: a manga é uma fruta extremamente rica em diversas vitaminas e minerais, além de fibras. Um estudo americano indicou que o consumo diário de 10 gramas de manga liofilizada (ou 100 gramas da fruta fresca) pode reduzir o açúcar no sangue de indivíduos obesos.

    7 – Vinagre de maçã: o vinagre de maçã possui propriedades digestivas (melhoram a digestão), mas também pode ajudar na regulação da glicose no sangue. Os efeitos para o controle da glicemia parecem ser mais evidentes em indivíduos pré-diabéticos do que em indivíduos com resposta normal à insulina.

    8 – Cerejas: são ricas em antocianina, um antioxidante que auxilia no controle da glicose. Além disso, esse antioxidante tem sido demonstrado como principal substância na prevenção de câncer de mama e de doenças cardíacas. 

    9 – Ovos: pesquisadores relatam que o consumo de ovos regula o apetite, além de impedir grandes flutuações nos níveis de glicose e de insulina. O ovo é rico em proteínas, que auxiliam no controle da fome, e pode ser um aliado no emagrecimento. Dica :Prefira o seu consumo cozido.

    10 – Abacate: antes apontado como vilão, hoje já se sabe que o abacate possui vários benefícios para a saúde. Fonte de gorduras boas, ajuda a retardar a liberação de açúcares no sangue e também regula a liberação da insulina, além de ser fonte de beta-sitosterol, que é um anti-inflamatório. Um quarto (¼) de abacate já traz inúmeros benefícios. Pode ser usado também o óleo de abacate em vegetais cozidos e em saladas cruas.Além de inserir esses alimentos na sua dieta, é importante, também, controlar a ingestão de alimentos ricos em açúcares simples, que elevam a glicemia rapidamente, e o consumo exagerado em longo prazo pode trazer malefícios à saúde.

    Fonte : www.mundoverde.com.br

    Muitos dos alimentos que ajudam a diminuir o nível de açúcar no sangue, você encontra na loja MUNDO VERDE SETE LAGOAS -Shopping Sete Lagoas – fone (31) 3026 4588. Mude os seus hábitos alimentares e venha conhecer a loja, que está cheia de novidades e delícias para vocês!!!

    Gostaram das dicas?

    Beijos,

    Tags:, , , , , , ,


  • Alimentos que ajudam no controle do estresse

    25 out 2015 | Postado em: Dicas, Posts, Saúde | Por: Paula Lorentz

    ALIMENTOS QUE AJUDAM NO CONTROLE DO ESTRESSE

    Já percebeu o quanto as pessoas andam estressadas ultimamente? Trabalho, estudos, metas, trânsito, família etc. Dar conta de tudo isso pode ser mais complicado do que a gente imagina. Por isso, temos algumas dicas de como a nutrição pode auxiliar no controle do estresse.

    Os alimentos que você ingere podem realmente ajudar a aliviar a tensão causada pelo estresse. Alguns alimentos podem estabilizar a sua resposta emocional e/ou os níveis de açúcar no sangue, já que em condições de estresse estes tendem a aumentar.

    1 – Vegetais verde-escuros: esses vegetais, como o espinafre, são ricos em ácido fólico, vitamina que participa da produção de dopamina, substância do cérebro que proporciona a sensação de prazer, ajudando a manter a calma. Estudos recentes vêm associando o consumo de vegetais a uma menor incidência de depressão.

    2 – Aveia: é comum, em situações de estresse, sentir uma maior vontade de ingerir carboidratos. Mas, no lugar de consumir açúcares simples dos doces, o tipo de carboidrato presente na aveia pode trazer mais benefícios. Um carboidrato rico em fibras pode ajudar no controle da elevação da glicemia, impedindo os picos de glicose.

    3 - Iogurte natural: as bactérias do seu intestino podem estar contribuindo para o seu estresse. Estudos mostraram que há comunicação direta entre o cérebro e o intestino, e, por isso, muitas vezes o estresse pode levar a problemas gastrointestinais. Também mostraram que pessoas que ingeriam os iogurtes ricos em probióticos tinham redução da atividade cerebral que controla as emoções, entre elas o estresse, quando comparadas às pessoas que não consumiam. Prefira as versões desnatadas e enriquecidas com probióticos.


    4 – Alimentos fonte de ômega-3: em situações de estresse, hormônios como o cortisol e a adrenalina são liberados. O ômega-3 possui propriedades anti-inflamatórias que ajudam a reduzir os efeitos negativos dos hormônios do estresse. Peixes, como atum e sardinha, são boas fontes de ômega-3. Além disso, podemos encontrá-lo nas sementes de chia e de linhaça.

    5 - Óleo de abacate: por falar em cortisol, o óleo de abacate é fonte de uma substância chamada beta-sitosterol, que reduz os níveis desse hormônio relacionado à compulsão alimentar e ao maior acúmulo de gordura na região abdominal. Além disso, traz diversos outros benefícios ao organismo, como a redução do colesterol LDL (colesterol ruim) e o aumento do HDL (colesterol bom), auxilia na prevenção de doenças cardiovasculares, tem ação antioxidante, além de auxiliar na melhora da imunidade.

    6- Pistache: fazer movimentos repetitivos com as mãos pode fazer com que se reduza o estresse. Movimentos como descascar pistache, por exemplo. Além disso, são benéficos para a saúde do coração, ajudando a reduzir a pressão arterial e o ritmo cardíaco, além de serem antioxidantes.

    7 - Chocolate amargo: pesquisas mostram que o chocolate amargo pode ajudar a reduzir hormônios do estresse, como o cortisol. Além disso, os seus antioxidantes podem ajudar a relaxar as paredes dos vasos sanguíneos, reduzindo a pressão arterial e melhorando a circulação. Prefira os que tenham, pelo menos, 70% de cacau.

    8 – Leite: o leite é uma boa fonte de vitamina D. Estudos mostram que há associação dos níveis reduzidos de vitamina D com um maior risco de pânico e depressão entre homens e mulheres. Pessoas com níveis adequados de vitamina D têm risco reduzido de transtorno do pânico. Outros alimentos fonte dessa vitamina são os derivados do leite (prefira as fontes mais magras), os ovos e os peixes.

    9 - Alimentos fonte de magnésio: sementes de linhaça, de abóbora e de girassol são fontes de magnésio, mineral que pode ajudar a controlar as emoções.  Estudos mostram alívio de depressão, diminuição de fadiga e de irritabilidade com o consumo adequado desse mineral. Além disso, pode auxiliar as mulheres no período da tão temida tensão pré-menstrual (TPM), reduzindo cólicas e retenção de água.

    10 - Castanha-de-caju: boa fonte de zinco, mineral essencial que pode ajudar a reduzir a ansiedade. Em um estudo, foi suplementado zinco em pessoas diagnosticadas com carência desse mineral, sintomas de irritabilidade e falta de capacidade de concentração. Ao longo de oito semanas, observou-se redução em 31% da ansiedade. Além do zinco, a castanha-de-caju é rica em proteínas e em ômega-3, sendo uma boa opção de lanche. Mas atenção: 30g por dia já é o suficiente.

    11 – Alimentos ricos em triptofano: nozes, sementes, aveia, lentilha, tofu, banana, peixe, feijão e ovos são exemplos de fontes desse aminoácido que tem efeito calmante e ajuda a produzir o nível de serotonina, que está diretamente ligada ao controle da fome, do sentimento de felicidade e da sensação de bem-estar.
     

    Fonte: site www.mundoverde.com.br

    E todos esses alimentos você pode encontrar na loja MUNDO VERDE do Shopping Sete Lagoas, OK? #FICA A DICA

    MUNDO VERDE SETE LAGOAS – (31) 3026 4588

     

    Tags:, , , , , , , ,


Top

 

 

 

 

© Copyright2018. . Todos os direitos reservados ao Blog Paula Lorentz.